Remap de motos vale a pena?

Strike Brasil

Strike Brasil

Be different.

4 min. de leitura

Sabia que existe remap de motos? É possível aumentar a potência da sua motocicleta sem precisar fazer qualquer modificação mecânica e ter ganhos acima dos 15% em potência!

Nos últimos 10 anos, a frota de motos no Brasil cresceu 91%, saindo de 14,6 milhões de unidades em 2009 para 104,8 milhões em 2019.

Com cada vez mais motos circulando, aumenta a demanda por manutenção, personalização e melhora da performance e segurança. Os modelos de motos que podem ser reprogramadas são vários, sejam BMW, Suzuki, Yamaha, Ducati, entre outros.

Então, continue lendo para saber se o Remap de motos vale a pena!

Existe remap de motos?

Em nossas redes sociais e aqui mesmo no blog, falamos muito da reprogramação de carros. Então, e as motocicletas? Existe Remap de motos?

A resposta é: Sim!

A realidade é que o Remap nada mais é do que a alteração dos parâmetros dentro do software da Central de Injeção Eletrônica (ECU). Caso você ainda não saiba, é comum que qualquer veículo saia de fábrica com potência abaixo do que seu motor realmente é capaz.

Tem vários motivos para as fábricas fazerem isso. Alguns deles são: adequação à legislação de cada país, ter economia de escala ao projetar um mesmo motor que serve para três modelos diferentes, ter margem de segurança, etc. Entenda tudo sobre porque existe o Remap neste artigo que preparamos para você!

Como é o processo de reprogramação da ECU?

O Remap de motos acontece, basicamente, em quatro etapas:

  • O especialista acessa a ECU através de equipamentos específicos e faz a leitura do software;
  • Um novo programa é desenvolvido, realizando as alterações necessárias para atingir os objetivos de ganho de performance;
  • O novo software é gravado na ECU;
  • É feito uma bateria de testes para certificar que está tudo funcionando perfeitamente.

É um processo relativamente simples, mas muito longe de ser possível de ser feito de maneira “caseira”. Isso porque o software da ECU controla muito mais funções da moto do que apenas a potência do motor. Assim, é fundamental que especialistas realizem o serviço para apenas alterar os parâmetros certos.

Além disso, o Remap de motos não realiza nenhuma modificação mecânica. Dessa maneira, todo o ganho em potência é atingido pela alteração do software. Claro, ao combinar o Remap com alterações mecânicas é possível extrair ainda mais desempenho, e chamamos isso de Remap Stage 2.

Como funciona o chip de potência para motos?

Além do Remap de motos, também podemos encontrar os chips de potência. Esses chips são uma peça externa instalada na moto que altera as informações que a ECU recebe.

Na prática, o chip “engana” a central de injeção, dizendo que, por exemplo, a performance do motor está baixa, fazendo com que a ECU libere mais potência.

Por essa característica, o chip de potência não é muito indicado. Isso porque seus resultados não são tão confiáveis, já que há muitas brechas para falhas. Além disso, com o tempo a ECU vai se calibrando, reduzindo a eficácia do chip.

Chip de potência ou Remap: qual o melhor para sua motocicleta?

Agora que você já sabe diferenciar os dois métodos para aumentar a potência da moto, pode ter surgido a dúvida: qual deles é o melhor?

Em resumo, o Remap de motos sempre será a melhor opção. Como é a reprogramação do código-fonte da central de injeção eletrônica, as modificações são mais duradouras e seguras. Enquanto a peça externa (chip de potência), requer a instalação da peça que, na prática, apenas busca “enganar” a ECU ao enviar sinais modificados.

Além disso, o chip de potência é bastante limitado. Geralmente, o mercado oferece chips voltados para uma função apenas, como potência ou combustível.

Como o chip atua mascarando as informações dos sensores para que a ECU libere mais desempenho, isso pode colocar sua moto acima do limite do motor. Isso pode causar danos prematuros e até mesmo colocando a sua segurança em risco.

Para garantir a segurança do piloto e da moto, os softwares de Remap da Strike Brasil são desenvolvidos na Europa, por engenheiros altamente qualificados e com padrão rigoroso de qualidade. Assim, trabalhamos sempre dentro das margens de segurança para não causar nenhum tipo de dano prematuro ao conjunto.

Quais as vantagens do remap de motos?

O Remap de motos não é uma mera modificação para os entusiastas de performance automotiva que querem experimentar o máximo de poder de seus motores. Pelo contrário, a reprogramação traz benefícios práticos e interessantes para praticamente todos os pilotos.

Assim, podemos destacar as seguintes vantagens:

  • Segurança: o motor responde melhor aos comandos, permitindo ultrapassagens e retomadas mais seguras;
  • Conforto: menos desgaste durante as viagens, uma vez que exige menos troca de marchas e mais conforto na hora de pilotar;
  • Economia: o Remap de motos pode trazer melhor economia de combustível.

Aliás, o Remap também é mais vantajoso do que o chip, já que é mais seguro, estável e duradoura, sempre operando dentro das margens de segurança.

Quais modelos de motos que podem ser chipadas?

Como explicamos, o Remap é uma reprogramação do software da Central de Injeção Eletrônica (ECU). Assim, qualquer moto injetada pode ganhar com a reprogramação — ou veículo, ou seja, carros, máquinas agrícolas, caminhões, entre outros também estão inclusos! Entretanto, é preciso que exista software para o modelo, por isso, não deixe de entrar em contato com a unidade Strike Brasil mais próxima para verificar a disponibilidade!

Por exemplo, em uma Suzuki B-King 1300cc pode ganhar mais de 14% de potência. Já uma BMW F650GS 50cv o ganho pode ser maior, atingindo os 16%.

Nesse sentido, o ganho de performance varia de modelo para modelo. Cada moto possui diferentes características que afetam no resultado. Por exemplo, uma moto com turbo de fábrica apresentará mais potência e torque após o Remap do que modelos aspirados. Você pode entender melhor essa diferença neste artigo!

Tem riscos de fazer remap de motos?

A alteração dos códigos de software é uma atividade muito complexa. Os programas dos veículos atuais são altamente tecnológicos, complexos e cheios de parâmetros para controlar diversas funções da moto.

Assim, os riscos de fazer Remap de motos apenas existem se não for feita em empresas especializadas. Isso porque erros no novo software podem levar a baixos ganhos ou até mesmo ao completo travamento da unidade, necessitando a troca de toda a peça.

Para não correr o risco, conte com quem é a maior autoridade em Remap da América Latina, a Strike Brasil, que conta com mais de 40 unidades espalhadas pelo Brasil, Bolívia e Paraguai e ultrapassamos a marca de 20 mil veículos reprogramados.

Remap de motos é só com empresas especializadas!

Enfim, você já sabe que é possível fazer Remap de motos. Entretanto, é preciso ter cuidado na hora de aplicar as alterações no software.

Para ter segurança no ganho de potência, procure quem é líder do mercado em performance, a Strike Brasil!

Contamos com uma equipe de engenheiros na Europa, altamente qualificados e seguindo os mais rigorosos padrões de qualidade. Tudo isso para garantir a sua segurança e a sua querida moto!

Quer deixar sua motocicleta mais potente? Fale conosco agora mesmo que te ajudamos!

RECEBA NOVIDADES

Receba as mais recentes atualizações, novidades e-books gratuitos da Strike Brasil no seu e-mail.


    LEIA MAIS
    Compartilhar
    Compartilhar no facebook
    Compartilhar no twitter
    Compartilhar no linkedin
    Compartilhar no whatsapp

    LEIA TAMBÉM...