PortugueseEnglishSpanish

Como escolher um aditivo automotivo? Quais as diferenças?

Strike Brasil

Strike Brasil

Be different.

4 min. de leitura

Quer dicas de como escolher um bom aditivo automotivo? Então, fique até o final, e confira tudo sobre esse assunto.

O aditivo automotivo é um tipo de produto que causa bastante discussão, e gera muitos mitos e verdade sobre seus efeitos, e não é para menos!

Basicamente, os aditivos são líquidos com uma importância fundamental no que diz respeito ao sistema de arrefecimento de todos os veículos.

Afinal, ajudam a garantir que tudo funcione perfeitamente, e o motorista não tenha que lidar com surpresas ruins.

Por isso, se você não se sente seguro sobre o assunto, e quer entender melhor sobre os aditivos automotivos, suas diferenças e como escolher um, continue a leitura para conferir todas essas informações, e tirar as suas dúvidas com a gente!

O que é e para que serve o aditivo automotivo?

Começando pelo básico, vamos entender o que é, e para que serve o aditivo automotivo.

O aditivo automotivo tem um papel fundamental dentro do sistema de arrefecimento dos automóveis. Basicamente, ele compõe o sistema em conjunto com a água, e com o fluido do radiador.  

Quando o automóvel está funcionando, a água do sistema de arrefecimento começa a circular pelo motor, levando ao aquecimento do mesmo, o que pode causar uma ebulição.

Nesse cenário, o aditivo serve, justamente, para evitar que o líquido atinja o ponto de ebulição.

Da mesma forma, em locais ou épocas do ano muito geladas, há o risco de a água do radiador congelar enquanto o motor está desligado. O aditivo ajuda a evitar isso também.

Além disso, não utilizar o aditivo no radiador pode levar ao surgimento de outros problemas, tanto na bomba como no próprio motor, o que causa ainda mais gastos, e depreciação acelerada do automóvel.

Por fim, o aditivo também é composto de algumas substâncias e propriedades, que evitam que a água enferruje os componentes internos do motor.

Portanto, o aditivo para radiador é extremamente importante, para evitar o surgimento de problemas como esses que citamos acima.

Como o aditivo automotivo funciona na prática?

Como comentamos acima, o aditivo ajuda a evitar que a água do radiador congele, entre em ebulição e que ela enferruje os componentes do motor do automóvel. Mas como o aditivo faz isso?

O aditivo nada mais é que um líquido produzido com alguns componentes. Mas o mais importante deles é o MEG (Monoetilenoglicol ou etilenoglicol).

Essa substância presente no aditivo, vai garantir que o sistema de arrefecimento do veículo trabalhe na temperatura e na pressão correta.

Ademais, essa composição funciona para ajudar a elevar o ponto de ebulição da água, e também, o ponto de congelamento, mantendo a temperatura da água dentro do veículo sempre no limite máximo e mínimo recomendados (95 e 120°).

Como escolher um aditivo automotivo?

No mercado, é possível encontrar uma variedade bem grande de aditivos automotivos. Mas não se engane! Nem todos eles são de qualidade.

Utilizar um aditivo de baixa qualidade, pode gerar mais problemas do que te ajudar efetivamente.

O risco vai muito mais além do que apenas alguns picos de superaquecimento da água. Na verdade, um aditivo de baixa qualidade pode levar à corrosão mais rápida das mangueiras, e de todas as partes de alumínio do motor.

Se isso acontecer, você já imagina o gasto que teria para fazer todos os reparos, não é mesmo? E, sem dúvida, eles são muito mais caros do que gastar um pouco a mais para comprar um aditivo de boa qualidade.

Além desses estragos, um aditivo de baixa qualidade prejudica para além do motor, chegando a gerar problemas no radiador, na válvula termostática, na bomba d’água e no cabeçote.

Para saber escolher um aditivo automotivo, primeiro, você precisa conhecer os tipos e características de cada um! Confira:

Aditivo Orgânico

Um dos tipos de aditivo automotivo é o orgânico. Como o próprio nome já sugere, os aditivos orgânicos são compostos apenas de substâncias orgânicas, tendo como uma de suas vantagens a contribuição na preservação ambiental.

Deve-se trocar esse aditivo a cada 240.000 Km rodados com o veículo, e a sua produção deve estar de acordo com a norma NBR 15297.

No mais, ele funciona da mesma forma que o aditivo sintético e também possui MEG. Ou seja, ele vai atuar mantendo a temperatura da água no motor controlada.

Aditivo sintético

O outro formato de aditivo é o sintético. Nesse caso, o produto é feito em um laboratório, através de vários componentes que não são orgânicos.

Dessa forma, suas substâncias não são biodegradáveis e, por consequência, são mais prejudiciais ao meio ambiente.

Para esse tipo de aditivo, a norma reguladora é a NBR 13705, onde a regulamentação de todos os componentes está descrita.

A escolha do aditivo de radiador para o seu veículo, deve ser feita de acordo com o que o fabricante indica no manual do veículo. Mas, caso você não possua mais o manual, dá para tentar encontrá-lo na internet, ou consultar um profissional da área.

Assim, a forma correta de escolher um aditivo automotivo é seguindo a recomendação da própria fabricante. Dessa forma, você terá certeza de que o produto é o ideal para o seu carro.

Conheça os aditivos STK Shield

A Strike Brasil é a maior empresa de performance automotiva de toda a América Latina, e vem trabalhando, cada vez mais, para alcançar patamares mais altos, e expandir a sua atuação.

Atualmente, trabalhamos com nossos próprios produtos e serviços, que são desenvolvidos com estudos, pesquisas e tecnologia própria, garantindo que nenhum outro produto seja similar.

A ideia é oferecer o que há de melhor no mundo automotivo para o seu veículo! Você pode conferir a nossa gama de produtos clicando aqui. Todos os nossos produtos são desenvolvidos com tecnologia de ponta e totalmente exclusiva, garantindo a personalização e qualidade superior.

RECEBA NOVIDADES

Receba as mais recentes atualizações, novidades e-books gratuitos da Strike Brasil no seu e-mail.


    LEIA MAIS
    Compartilhar

    LEIA TAMBÉM...