PortugueseEnglishSpanish

Quais os ganhos do remap da Hilux 2.8L Diesel 177CV?

Strike Brasil

Strike Brasil

Be different.

5 min. de leitura

O remap da Hillux 2.8L Diesel promete ganhos expressivos em performance. Entretanto, será que esses ganhos são apenas teóricos, em vez de práticos para seu uso no trabalho? 

Neste artigo você confere nosso Drag Race que mostra exatamente o quão diferente é a performance de uma Hillux com nosso software Stage 1 Strike Brasil e a versão original.

Conheça a Hillux 2.8L Diesel 177CV

Lançada em 2015, a Hillux, segundo a montadora, chegou com novo motor turbo com quatro cilindros, turbocompressor de geometria variável (TGV) e intercooler.

Apesar desse modelo ter 200 cilindradas a menos que sua versão anterior, a Toyota afirma que houve aumento em 6 cv, 22% em torque na versão manual e 25% na versão automática.

O desempenho nessa versão foi atingido com melhorias nos sistemas de injeção e de admissão. Aliás, a nova transmissão de seis velocidades oferece arrancada mais vigorosa em primeira marcha, ao passo que oferece maior economia de combustível em sexta.

A capacidade de reboque da caminhonete também foi aprimorada, podendo suportar até 3,5 toneladas, dependendo da versão. Ao passo que o motorista também pode adaptar a condução em dois modos:

  • ECO: aceleração suave para maior economia;
  • Power: maior resposta do motor, ideal para ultrapassagens, transporte de cargas pesadas ou subidas acentuadas.

Contudo, ainda que o modelo tenha diversas melhorias em performance, o remap da Hillux 2.8L Diesel 177cv pode transformá-la em um veículo ainda mais poderoso para o trabalho ou para maior segurança nas estradas.

Como funciona o remap em caminhonetes

O Remap em caminhonetes é uma alteração no software da Central de Injeção Eletrônica (ECU). Isso permite ajustar o veículo para incrementar seu desempenho para cada necessidade.

Para tanto, são necessários 4 passos:

  1. Um profissional especializado acessa a central;
  2. É realizado a leitura dos dados;
  3. Cria-se um novo software com os parâmetros desejados;
  4. Gravação do software no veículo e testes de conformidade.

Os ganhos podem ser atingidos apenas com modificações em software, chamado de Stage 1, ou com pequenas alterações mecânica para extrair ainda mais performance, chamado de remap Stage 2.

Quer saber mais sobre o remap? Então, confira nosso artigo que explicamos tudo sobre o remap.

Drag Race: colocando o remap para mostrar seu potencial

Para testar os ganhos do remap em caminhonetes na Hillux 2.8L, realizamos um teste de Drag Race com uma em sua configuração de fábrica e outra com nosso Remap Stage 1 Strike Brasil.

Em nosso Drag Race, colocamos o remap da Hillux 2.8L Diesel contra sua versão original, sem modificações. Para avaliar os ganhos de performance, usamos três tipos de testes:

  • 0-100km/h: tempo necessário para atingir 100km/h após arrancada;
  • Meia-milha: tempo total necessário para atingir meia milha (cerca de 800m)
  • Teste de retomada: tempo necessário para ir de 80 a 140km/h.

Diferença de potência entre as caminhonetes 

Antes de mais de vermos os resultados dos testes, vamos conhecer a diferença entre o remap da Hillux 2.8L Diesel e sua versão 100% original.

A Hillux original possui 177 cavalos e 45,9 KGF/m de torque. Por outro lado, a Hillux com nosso software Stage 1:

  • Potência: 220 CV (+43 CV)
  • Torque: 57 KGF/m (+11,1 KGF)
  • Limitador desligado
  • Válvula EGR desligado
  • Remoção do delay do pedal

O remap da Hillux 2.8L Diesel, como pode ser observado, gerou quase 25% de ganho em potência e torque.

Entretanto, será que essa diferença é apenas teórica ou possui reais impactos práticos na direção? Para isso, vamos aos testes!

Resultados dos testes: Remap da Hillux vs sua versão original

Veja o vídeo na íntegra em nosso canal do Youtube para ver como foram os testes do remap da Hillux:

Assista ao Drag Race entre a Hilux original e a com o remap Stage 1 Strike Brasil

Vale destacar que em nosso Drag Race utilizamos o Drag, um aparelho de GPS de alta precisão com taxa de atualização de 10hz. Esse equipamento faz suas medições com base na resposta do motorista. Portanto, mesmo que um dos veículos saia antes, os dados não são afetados.

Resultados de 0-100km/h

Esse tipo de teste é bastante interessante para avaliarmos os ganhos práticos em torque do veículo, uma vez que o arranque tem grande impacto em quão rápido um veículo consegue embalar após sair do estado estacionário.

No tempo de 0-100km/h tivemos os seguintes resultados:

  • Hillux com Remap Stage 1 Strike Brasil: 10,28s
  • Hillux 2.8L Diesel 177CV (Original): 12,97s
  • Diferença: -2,69s

Em suma, o remap da Hillux permitiu que o veículo atinja 100km/h com quase 3 segundos de antecedência da sua versão original. 

Meia-milha

O teste de meia-milha permite verificar com mais precisão a potência, uma vez que permite analisar a capacidade de manter aceleração. Com esse tipo de teste, tivemos os resultados:

  • Hillux com Remap Stage 1 Strike Brasil: 27,5s
  • Hillux 2.8L Diesel 177CV (Original): 30,5s
  • Diferença: -3,1s

Teste de retomada

Por fim, o teste de retomada apresenta como o remap da Hillux ajuda a caminhonete em situações reais como ultrapassagens. Assim, a conclusão do teste foi:

  • Hillux com Remap Stage 1 Strike Brasil: 14,21s
  • Hillux 2.8L Diesel 177CV (Original): 19,71
  • Diferença: -5,5s

No teste de tomada a diferença foi ainda maior do que nos anteriores! Aqui, o remap da Hillux ofereceu um ganho de 5,5 segundos, o suficiente para abrir uma diferença de umas 2 carretas entre ela e a Hillux original!

Vale a pena remap em caminhonetes?

Hilux atendida pela Strike Brasil

Com nossos testes, é perceptível que o remap da Hillux 2.8L Diesel traz ganhos em praticamente todos os aspectos com grande folga da sua versão de fábrica. Entretanto, não é apenas em números que o remap mostra seus benefícios.

Nosso Drag Race mostrando o Remap da Hillux 2.8L Diesel deixa claro os ganhos de performance que a caminhonete possui. Esse ganho em performance é útil (além de muito interessante) em diversas situações. Por exemplo:

  • Facilita a direção em estradas de terra;
  • Ultrapassagens rápidas;
  • Reboque poderoso;
  • Capacidade de carga maior sem comprometer a resposta do motor; entre outros.

Com o apoio dos nossos dados do Drag Race, podemos concluir que o remap também trazem vantagens em:

  • Economia: com menos energia para alcançar as velocidades, menor é o consumo de combustível em alguns casos, a depender de fatores como modo de condução, pista, pneus usados, entre outros;
  • Segurança: com rápida resposta do motor aos comandos do motorista, ultrapassagens e enfrentar terrenos complicados se torna muito mais fácil e seguro;
  • Conforto: o remap da Hillux oferece uma direção mais leve e personalizada para cada motorista.

Saiba como concorrer a uma Amarok V6 Personalizada

Já pensou em fazer o remap da Hillux e ainda concorrer a uma Amarok V6 totalmente personalizada com o lifestyle Strike Brasil?

Adquira um produto na loja Strike Brasil® Store, BFMS e lojas parceiras a partir de R$50 ou realize um serviço Strike Brasil® nas unidades franqueadas a partir de R$100 e garanta seu cupom.Conheça tudo sobre essa Amarok V6 Cabine Simples, quais são suas modificações e como você pode concorrer! Não perca tempo, pois o sorteio já está chegando!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Leia também

RECEBA NOVIDADES

Receba as mais recentes atualizações, novidades e-books gratuitos da Strike Brasil no seu e-mail.

LEIA TAMBÉM...